Brasil para lerdos

Brasil para lerdos

16-04-2022

18:25

Como a Brasil paralelo manipula os fatos para controlar a narrativa e reescrever a sua própria história. Caso Wikipedia: do processo às tentativas de manipulação de informações. Segue o 🧶 1/34

Conversamos com um experiente editor da Wikipédia para entender como a BP tentou manipular as informações na enciclopédia livre Primeiro tentando editar informações via editores anônimos, depois via judicial e finalmente, de forma muito suspeita, através do editor Rodrigo Padula

Vamos contar e ilustrar com documentos e registros da Wikipedia cada etapa dessa história. Segue no link abaixo a última edição da Wikipédia antes de começarem as tentativas de interferência da Brasil Paralelo. 3/34

A BP voltou sua atenção ao artigo da Wikipédia no final de 2020. Primeiramente tentaram mudar completamente o tom do artigo com edições de editores novatos ou mesmo IPs (que ainda eram permitidos). Essa primeira tentativa foi totalmente revertida Confira em verde as edições.

Essas edições ficam ativas imediatamente, mas são revistas rapidamente e alteradas quando consideradas inadequadas Em 2020, o artigo foi melhorado com novas informações com fontes históricas. Essas edições foram realizadas por editores experientes. 5/34

Abaixo compartilho artigo que explica um pouco como funciona as edições da wikipedia e conta as tentativas de edição por um suposto Advogado da Brasil paralelo. 6/34

Após o fracasso em impor suas edições, Em outubro de 2020 o Brasil Paralelo deu entrada no processo contra a Wikipedia e contra um dos editores que reverteu as edições que buscavam ajudar a produtora Você consegue ver detalhes do processo no link abaixo.

Mais uma vez a BP usa sua máquina de processos impedir que digam o que é inconveniente para a empresa. Reparem que além de processar a Wikipédia, processam também o editor, elo mais fraco da situação, numa tentativa clara de intimidar editores da Wikipédia. 8/34

Com o artigo baseado em estudos de historiadores, a chance de vitória no processo judicial da Brasil Paralelo era quase nula A partir de então, a produtora e seus fãs concentram os esforços em criticar a Wikipedia. Inclusive com impulsionamento pago no YouTube 9/34

Além das críticas via vídeos do YouTube, houve uma onda de ataques via edição da Wikipedia. Um dos editores recebeu ataques em seu email pessoal e decidiu não mais editar a página da BP. Detalhe, seu email não era público. 10/34

O artigo segue sendo melhorado pelos editores. Existe neste momento uma suavização dos termos na introdução. Segundo um editor da Wikipedia, a suavização em parte vem pelo clima de medo na edição do artigo após os ataques e processo judicial. 11/34

Brasil Paralelo não se contentou com essa suavização. E aí que entra o editor Rodrigo Padula, apontado por editores da Wikipédia como suspeito de receber de empresas para realizar edições positivas na Wikipedia. Para entender o caso, precisamos falar sobre o Rodrigo. 12/34

A maior parte da atuação do Rodrigo Padula na Wikipédia se deu em um período que ele foi pago. Até 2013 ele tinha apenas 43 edições realizadas, uma participação considerada irrelevante. 13/34

Em 2013 é contratado pela Fundação Wikimedia para atuar no programa "Catalisador" no Brasil, onde atua até 2014. Em 2014 o programa Catalisador foi encerrado, e o Rodrigo Padula criou um grupo para receber dinheiro da Fundação Wikimedia. 14/34

Em 2016 passou a pedir remuneração para sua coordenação diretamente 2 mil dólares mensais para 20 horas de trabalho por semana . Valores continuados em 2017 no primeiro e segundo semestres 15/34

Em 2018 o grupo dele é “desreconhecido” pela Wikipedia, impedindo a o recebimento de "grants". Padula praticamente cessou suas atividades até março de 2021. Até o momento ele realizava edições simples em temas locais ou ligados a tecnologia, marinha e edições de manutenção 16/34

Na sua volta, em março de 2021, suas edições adquirem um caráter bem distinto. A lista de páginas criadas por Padula já demonstra essa diferença. Das 8 páginas criadas de 2021 para cá, 3 são ligadas a grandes marcas (Magazine Luiza, Toyama do Brasil e Adega Cartuxa. 17/34

As edições em artigos já existentes são ainda mais marcantes e passam a ser realizadas como propagandas da marca. 18/34

Editores experientes da Wikipédia desconfiam que ele está prestando consultoria para empresas de como se posicionar bem na Wikipedia. Voltemos a BP. Padula começa sua participação no artigo da Brasil Paralelo, o marcando como parcial 2 vezes, sendo revertidos em ambas 19/34

Na página de discussão do artigo, Padula tenta justificar a marcação de parcialidade do artigo Depois propõe que todas as críticas sejam removidas para um artigo separado como forma de limpar o artigo principal propõe ainda usar as afirmações da produtora para classificá-los.

Por vezes as edições de Padula alcançam patamares claramente promocionais, como quando coloca fotos da equipe, escritório e posters da Brasil Paralelo no artigo, ou quando adiciona uma propaganda de um serviço de streaming da produtora. 21/34

Apesar das ameaças, processo e ataques, editores continuam a editar o artigo e a maior parte das edições do Padula são removidas. Em janeiro de 22, ele volta a questionar a classificação do BP como "negacionista" da ditadura militar brasileira de 1964 e das mudanças climáticas

Em Janeiro de 2022, segundo editores da wikipedia, Padula chegou ao ponto de expor informações pessoais de um editor que dificultou a sua limpeza do artigo Brasil Paralelo. A edição foi removida a pedido do editor e aparece riscada na lista de contribuições do Padula. 23/34

Modus operandi similar ao da BP, que pediu que fossem liberadas informações pessoais de um editor no processo movido contra a Wikipedia. Novamente, buscando atacar o lado mais fraco para atingir seus objetivos. 24/34

Fundadores da Brasil paralelo admitem o contato com um editor da Wikipedia (possivelmente Rodrigo Padula). 25/25

Em análise, junto a editores da Wikipedia, percebemos os principais objetivos da BP nas revisões. * O foco dos primeiros parágrados e caixa lateral(caixa de informações das pesquisas Google) * Retirada de menção a revisionismo e negacionismo histórico. 26/34

* Retirada de menção a considerarem o conteúdo teoria de conspiração * Colocar a produtora como empresa e não como ativistas. 27/34

Todos estes pontos não foram colocados pela Wikipedia por acaso. Existe respaldo no conhecimento produzido por historiadores e pesquisadores. Por vezes o desmentido sai da boca dos próprios fundadores. Como no vídeo abaixo, onde admitem ser uma empresa militante 28/34

Compartilho alguns materiais onde é mostrado o por que do conteúdo da BP ser considerado revisionismo e negacionismo histórico. 1. Fernando Nicolazzi - Fernando Nicolazzi professor na UFRGS 2. Samira Silva - historiadora na UNISUL

Parte do objetivos da Brasil paralelo foram atingidos. Conseguiram suavizar as críticas nos dois primeiros parágrafos e caixa, que é o que conseguimos visualizar logo que fazemos essa busca no Google sobre a produtora. 31/34

Entre processos, ameaças e manipulações de edições, a Brasil Paralelo tentou mais uma vez reescrever a sua história. Graças a seriedade de alguns editores da Wikipedia a BP não atingiu totalmente o seu objetivo de controlar a narrativa e a informação. 32/34

É fundamental a ampla divulgação de mais essa tentativa de manipulação. Assim como falsificam a nossa história, tentam falsear sua própria realidade. Mentem utilzando de meios imorais para tentar esconder a realidade. 33/34

Para quem diz buscar a verdade para "resgatar bons valores, ideias e sentimentos no coração de todos os brasileiros", a Brasil Paralelo ser uma farsa. Do início ao fim. Do conteúdo ao modo de operar. Uma verdadeira fraude. 34/34



Follow us on Twitter

to be informed of the latest developments and updates!


You can easily use to @tivitikothread bot for create more readable thread!
Donate 💲

You can keep this app free of charge by supporting 😊

for server charges...